quarta-feira, 2 de julho de 2008

SEJA BEM VINDO À TRIBUNA PÚBLICA !

by Ivo Pugnaloni 6 comments

Bom Dia!
Entre, fique à vontade.

Seja bem vindo ao nosso espaço virtual da Tribuna Pública do Setor Elétrico.


Essa é a nossa Primeira Sessão Virtual e o tema será:

As mudanças nos procedimentos que a ANEEL pretende implantar para outorgar Autorizações de Uso de Bem Público, o potencial hidráulico da União, no caso de PCHs, pequenas centrais hidroelétricas. ( olha uma foto de uma possível PCH aí do lado...).

Você chegou na hora certa. Queríamos muito ouvir sua opinião sobre esse importante tema.

O tempo está passando, vai chegando o dia 07 de julho e pouco debate está existindo.

E sâo muitas as novidades que a ANEEL quer introduzir!

O pessoal está preocupado com elas.

Quer mais tempo para analisar as propostas, pensar melhor em suas consequências, debater entre si e com a ANEEL para ver se entenderam bem o que está escrito...e esclarecer como vai funcionar o que não está escrito...que é o mais importante, aliás.

Algumas novidade são inéditas como sorteios de potencial hidráulico e depósito-caução de até 150 mil reais para registro de projeto.E os projetos não serão mais analisados, mas só receberão aceites.É muita novidade.

Depois de mais de dez anos trabalhando segundo a Resolução 395/98, com a qual, bem ou mal, estava todo mundo meio acostumado e ia seguindo...é natural que o pessoal queira bem mais tempo para analisar as coisas.

Por falar nisso, você já assinou a Carta Virtual pedindo mais prazo?

Não assinou?

Está no site http://www.canalenergia.com.br/. Dê uma olhada e se concordar, assine também.


Agora, escolha o melhor lugar no nosso Auditório Virtual e se acomode.

Não se preocupe...
Nem fique acanhado!

A casa é sua.
Mesmo.
Você vai ver do que estamos falando...

É a sua Primeira Vez?
Tudo bem.

É a nossa Primeira Vez também.

Sabemos que “Nunca antes nesse país”, algo tão complexo e importante, como o Setor Elétrico, mereceu a criação de uma Tribuna Livre pela internet.

Somos pioneiros, nós e Você.

Parabéns!

Para nós e para os gênios que bolaram toda essa traquitana e todos esses programas!

Viva!

São coisas da Informática e da Internet, que já nos permitem conversar a milhares de quilômetros de distância, reunidos às centenas, sem sair de casa ou do escritório.

Com a Internet podemos conversar com toda a calma, sem os custos, o cansaço e o “stress” dos aeroportos, dos hotéis, das gravatas e paletós, da correria ou da modorra dos congestionamentos.

E sem ter que tomar “chás-de-cadeira”...

Pena que as autoridades governamentais de todos os níveis não tenham aberto ainda em seus sites, espaços virtuais como esse que estamos pretendendo abrir e manter aberto, com nossos escassos recursos de profissional de engenharia.

Será que posso fazer uma pergunta?

Você é empresário?
Ou é executivo de algum grupo de investimentos que já investe ou quer investir no setor elétrico?
É dirigente de uma empresa fabricante de equipamentos de geração, controles ou uma construtora de túneis, canais, barragens?
É desenvolvedor de projetos básicos de geração e de inventários hidroelétricos?
Ou é Proprietário de terras à margem de locais com potencial hidráulico?
Filho(a), neto (a) do sujeito que construiu a primeira usina hidroelétrica da sua região?
Ou é várias dessas coisas ao mesmo tempo?
Dirigente de cooperativa?
Dirigente de uma associação, federação, confederação ou sindicato da indústria, comércio, agricultura ou serviços?
Ou é um dirigente sindical dos empregados trabalhadores?
Membro de alguma ONG preocupado com os danos ao meio ambiente?
Será que você é dirigente ou funcionário de algum órgão da Administração Pública?

Gerente ou funcionário de concessionária privada ou estatal de geração ou distribuição?
Trabalha em alguma comercializadora de energia?

É jornalista ?
É Consultor?
Professor, pesquisador?
Especialista em barragens, em turbinas,geradores, planejamento?
Engenheiro projetista?
Técnico de nível médio?
Estudante?
Estagiário?

Isso é ótimo!

Eu acho que com 55 anos, nessa minha vida corrida, já estive em muitos desses postos e me lembro com muito gosto de cada um deles...

E você?


Em quantos desses postos já esteve?

Bom!

Muito Bom...

Assim a gente vai pode se entender melhor, aqui na nossa Tribuna Virtual do Setor Elétrico.

Porque já sabemos o que é estar na posição do outro, então podemos ver as coisas do lado do outro.

Isso vai facilitar muito a nossa conversa.

Assim é mais fácil entender as responsabilidades de cada um para com as dezenas ou os milhares de pessoas que ele representa ou que dependem daquilo que ele vai dizer para a gente, ali na frente.

Nesse nosso pequeno e limitado espaço virtual, pretendemos oferecer a você e a todos que nos derem a honra de sentar à frente do computador e participarem conosco, uma oportunidade de conhecer mais sobre o que tem a dizer os outros.

Esses seres estranhos e incompreensíveis, eternos e sempre presentes “culpados-de-tudo-errado-que-acontece-no-mundo”, que são ...

Os outros!

Isso tudo sem precisar viajar tantos e tantos quilômetros até Brasília, que fica a 400, 1000, 2.000 quilômetros de onde estamos nesse momento.

Sem precisar de tanto cansaço para nos reunir num pequeno auditório de pouquíssimos lugares, abafado como aquele que parece que vamos encontrar na segunda que vem, dia 07.07.08 às 14:00, na sede da ANEEL, que é a nossa Agência Reguladora.

De quem tanto dependemos todos para sobreviver e tentar construir esse enorme e profundamente desigual país chamado Brasil, que quer dizer “floresta com muito pau-brasil”.

Ou queria dizer...

Dito tudo isso, vamos começar a Primeira Sessão de Discussão da Tribuna Pública do Setor Elétrico!

Sejam todos muito Bem Vindos !

É uma honra e um prazer contar com sua atenção e com sua presença!

Fiquem bem à vontade para enviar suas contribuições, quando quiserem.


Para enviar seus artigos , contribuições, desabafos use o seguinte e-mail :

democratizacao@onda.com.br



Com qualquer posição, qualquer conteúdo, mas com no máximo umas três laudas, senão o pessoal cansa de ler.( imaginem se tivessem que ouvir num auditório apertado...)

Usem o formato pdf ou word mas, por favor, enviem textos sempre com as modificações bloqueadas, colocando uma senha neles.

Para as Postagens, é preciso que você forneça seu nome, empresa ou função, e-mail válido.

Mas para comentarem as postagens dos outros, se quiserem podem usar um apelido, mas por favor, vamos cuidar com o palavreado, as acusações muito pessoais, generalizantes, sem fundamento, senão vou ter que exercer a “ditadura da tesoura”.

Sim, porque o debate é livre, mas em termos, porque, com o apoio da maioria, não vamos permitir “baixarias” !!!

Respeito é bom e todo mundo gosta, não é mesmo?

Desculpem a introdução muito longa, mas era preciso deixar o pessoal que está chegando à nossa Tribuna mais à vontade, dado à novidade que é usarmos um simples Blog Público para tratar de coisa séria como o setor elétrico.

Uma ultima pergunta:

Como é que eu não pensei em fazer um blog com esse objetivo antes???

E o pior:

Porque que cargas d´água as nossas autoridades, que tem muitomais recursos à disposição ainda não implantaram algo melhor que isso e ainda ficam obrigando a gente a viajar milhares de milhas para nos encontrarmos em um espaço de menos de 100 metros quadrados e em pouco mais de uma hora, querem que todos nós nos manifestemos?

E ainda por cima, esperando que cheguemos a alguma conclusão efetiva e assim, poder “colher subsídios para as alterações que estão sendo propostas”...., como no caso das chamadas Audiências Públicas...

Com toda essa tecnologia de reuniões à distância e teleconferências, totalmente disponível ( até Cursos Superiores reconhecidos pelo MEC já são feitos à distância !!!) porque estamos ainda sofrendo desse jeito?

Aos colegas que organizaram a Carta Pública, que está para assinatura no site do Canalergia,
( -você já assinou ? Eu já assinei. Acho que V. devia fazer o mesmo.Mas V. é quem sabe) e que pediram a prorrogação da Audiência Pública 038/2008, me permitiriam uma contribuição?

Aproveitem o “embalo” e peçam um Auditório maior!

A ANEEL já foi bem mais generosa em espaço!

Lembro de várias Audiências a que compareci acho que foi no Auditório da ANATEL, aquilo era conforto...e olha que era 1999, 2000...a verba era muito menor que hoje...

Não é por aí que vamos economizar os 0,5 % do faturamento do setor elétrico que constituem a receita da agência...

Os agentes merecem um pouco mais de conforto para debaterem e exporem suas preocupações com coisas tão novas e inéditas como sorteios, troca de prioridade em seleção de interessados, reservas de potencial, etc

Outra coisa quero pedir ao pessoal que escreveu a Carta, ( aliás, uma carta muito razoável, feita com todo o respeito, com muita singeleza e muita propriedade. E criatividade!):

Peçam também à ANEEL pelo menos uma tentativa de fazer reuniões prévias virtuais, com salas em todas ou nas principais capitais do país...

Afinal, se a ANEEL já faz reuniões ordinárias de sua diretoria assim, todas as semanas, porque não estender o sistema nos casos importantes como Audiências Públicas?

Aliás, será que é muito “democrático” que apenas o “público” que pode gastar R$ 3.000,00 ou até R$ 4.000,00 possa comparecer a uma Audiência que deveria ser Pública?

Para fazer algo melhor do que toda essa correria cara e desgastante, garanto que tecnologia não falta!

Falta é alguém pedir e conseguir ser ouvido!

Falta é entendermos todos, a importância de investirmos sempre mais e mais em

T-R-A-N-S-P-A-R-Ê-N-C-I-A , usando a Internet e todos os recursos que ela já colocou disponíveis e que tornam cada vez mais dificieis as desculpas do tipo "não dá", "é muito caro", "é técnicamente inviável" ...


Então já sabem:

Enviem suas contribuições ao debate.

Se ninguém enviar nenhuma contribuição até a hora do almoço de hoje, faço aqui uma AMEAÇA GRAVE:

- Vou pegar o microfone de novo, ou melhor, o teclado, e mando mais uma postagem sobre a importância da TRANSPARÊNCIA e da sua modalidade “PREVENTIVA” para a ESTABILIDADE DAS REGRAS, ambiente que é o mais propício para o desenvolvimento de qualquer país, setor, empresa ou organismo vivo, em qualquer planeta!

Sintam-se à vontade!

APROVEITEM ESSE ESPAÇO DA TRIBUNA PÚBLICA, enquanto conseguimos mantê-la...





Comments 6 comments
Gerson Scheid disse...

Estive passando pelo Canal Energia e vi o link para esse blog.
Confesso que me interessei, e ao ler o conteúdo todo, parabenizo os idealizadores dessa Tribuna Pública. É algo inédito na comunicação permitir que o público possa opinar sobre assuntos tão complexos quanto os ligados ao setor elétrico. É maravilhoso ver a liberdade de expressão, e o mais fantástico, é permitir que nós, simples usuários, possamos enviar e-mails e ter nosso comentário postado. Como profissional de comunicação, afirmo, isso é tendência e vai pegar!

Mauro Souza disse...

Gostaria de parabenizar os criadores do blog, pois estava faltando um espaço para a realização de comentarios sobre o setor elétrico.

Aguardo a próxima postagem

Jorge disse...

Nas Audiências Públicas poderiam utilizar, a video conferência assim não seria necessário deslocar até Brasilia para expor as opiniões sobre o assunto em questão.

Hoje existe programas "free" que poderiam ser utilizados.

Permitindo varias pessoas participarem das "Audiências Públicas", mas que hoje nós temos que "pagar" para ir !

José Oliveira disse...

Parabéns pela iniciativa.
Acredito que pelo blog possamos trocar idéias e compreender melhor o que anda acontecendo em Brasília e principalmente com a ANEEL.
Temos que somar forças para que as contribuições para as Audiências Públicas sejam realmente levadas em consideração.

Anônimo disse...

Prezado IVO: Parabéns por essa necessária iniciativa.
Não tinha parado prá pensar como realmente a ANEEL não leva muito a sério as APs, a começar por não dar mais tempo prá discussões mais profundas e, em pleno século XXI, não fazer reserva de espaços interativos à distância prá todos os envolvidos. O potencial das PCHs isoladamente é pequeno, mas a importância é muito grande!
Parabéns!
Um grande abraço.
EdnaldoWagner

Anônimo disse...

Ivo, enquanto você abria espaço para o debate com esse blog, a ordem aqui em Brasilia é fazer tudo bem rápido, antes que a imprensa dê pela demissão do Menescal e do Fabiano.Parece que a audiência pública não vai ser prorrogada não.A ordem é tratorar...
O clima estava tenso lá no Senado. Mas os políticos não tem ideia do que está sendo preparado na ANEEL para favorecer "A", "AH" e "P"... O clima tá irrespirável, ninguém participou das "Mudanças na 395" só os "de sempre"...Tá feio mesmo. Sei não. Isso tá cheirando a coisa que vai dar em .....

Ivo Augusto de Abreu Pugnaloni
Engenheiro eletricista, ex-diretor da COPEL, atual diretor da ENERCONS Consultoria em Energia Ltda.
ivo@enercons.com.br

Receba novos posts por e-mail

Parcerias

Portal PCH CERPCH

Categorias

Apresentações

IV Conferência de PCH - Mercado & Meio Ambiente

IV Conferência de PCH - Mercado & Meio Ambiente
Ivo Pugnaloni apresenta contra a proposta da ANEEL que defende fim do critério das terras para autorizar PCHs.

________________________________

Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural da Câmara

Mudanças na Regulamentação de Pequenas Centrais Hidroelétricas pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL
Apresentação de Ivo Pugnaloni contra a proposta da ANEEL , que instituiu a preferência exclusiva, para o autor do inventário, no processo de autorização de PCHs.